eu toda torta andando na chuva
eu toda torta andando
eu toda torta
eu toda
e toda hora eu

cansada demais
das demandas emocionais

será que esse povo não vê o quando é chato
ficar rodando 
no umbigo dos eus sombrios
deixar se levar na vazão das águas
ficar louca lotada das mágoas

eu
sigo
como consigo
andando toda torta nas águas
(boas ou mágoas)
de uma ácida são paulo

vai ver que a tortura que é o correto
vai ver que essa quadratura 
é o meu reto

vai ver que o que 
tudo isso,
correto, reto, certo
é simplesmente 
o meu na reta.


Um comentário:

?Silvia Daiane disse...

ás vezes acho que o povo ve sim...
só que não aguenta...