Me visitaste hoje nos sonhos, menina
onde por hora possuo-te, senhora.
Ouviste as cândidas palavras
que gostaria de dizer-te em vida.

Porque Morpheus é meio irmão de Thânatos,
e abraçam-se - sono e morte.
Passeávamos as duas, mãos dadas
e abracei-te voluptuosa e mórbida.

De resto, são brumas
como as névoas da manhã
do dia parido sem sol.

Um comentário:

Cássio disse...

I WAS HERE...